Peripécias

Acabou. Passou. Já fomos. Mas não estou imune às peripécias de um jovem coração. Um jovem coração que ainda te procura em cada canção. Ca...


Acabou. Passou. Já fomos. Mas não estou imune às peripécias de um jovem coração. Um jovem coração que ainda te procura em cada canção. Cada esquina. 


Foi difícil? Foi. Foi lindo? Muito. E acabou exatamente igual o mais saboroso dos bolos de chocolate que fizemos juntos: com gosto de quero mais. Mais de você. Dos beijos e abraços, das vezes que queria me fundir à você porque só te ter grudado não bastava. 


A vontade vem e vai, vai e volta. Mas quando vem e quando volta, sei que ainda gosto de você. Que o coração se enfeita de saiote e ilumina teu cantinho com luzes coloridas só na singela esperança de voltar a te ter. 


Esperança boba. 

Quando você se foi, em toda sua pressa de ir, levou todas as luzes e arrancou-me o saiote. Deixou o coração nu sem o menor pudor. 

E mesmo te gostando e te querendo, aprendi que quem gosta de você, só vai te deixar nu para amar cada parte do seu corpo. E nem por um instante hesitei, troquei o saiote pela armadura e sai pela porta da frente.

Disposta a lutar por cada pedacinho de felicidade que você se recusou a compartilhar comigo. Mas dessa vez, sozinha. Porque o coração é jovem mas é forte, e eu te garanto, tudo vai ficar bem

Você também pode gostar

0 Comentários

Comente a vontade só não faça algumas dessas coisas:

- Não xingar nenhum dos meus seguidores
- Não postar um comentário ofensivo
- Não ofender o blog
- Não criticar o blog, ou algum comentário. Criticas apenas construtivas.
- Não usar nenhum palavrão.

Tecnologia do Blogger.