Aprendi com o Ex

Ao som de Fantasias , do Leonardo , - pra puxar a sofrência pra alma - escrevo esse texto.  Já parou para pensar na quantidade de cois...


Ao som de Fantasias, do Leonardo, - pra puxar a sofrência pra alma - escrevo esse texto. 

Já parou para pensar na quantidade de coisas que aprendemos com nossos ex's? Não, não estou falando de aprender a jogar aquele jogo difícil nem como andar de skate, até porque essas coisas você pode aprender sozinha. 

Falo das coisas que a gente só aprende passando por elas, sofrendo com elas. A famosa fase da sofrência pós-término

Tem sempre aquele ex que era um príncipe e se mostrou um ogro depois que acabou. Com ele a gente aprende que não existem príncipes. 

Tem sempre aquele ex que era grosseiro com você sem motivos. Com ele a gente aprende a não aceitar migalhas de ninguém.

Tem sempre aquele ex que era controlador e te afastou dos amigos, te proibia de sair. Com ele a gente aprende que quem te ama não te impede de viver.

Tem sempre aquele ex super ciumento que sempre desconfiava de você, te fazia sentir mal. Com ele a gente aprende que confiança realmente é algo essencial para um relacionamento.

Esse texto é um relato meu, que tive todos esses ex's em um só.

Com ele aprendi que ele não precisava de alguém como eu. Que, principalmente, eu não precisava de alguém como ele. Que ambos precisam estar dispostos a fazer sacrifícios, e ele não estava. 

Às vezes é preciso que várias pessoas passem pelo teu coração para que as lições sejam fixadas em ti. E às vezes, uma só pessoa consegue te mostrar tudo isso. E eu rezo, para que você minha amiga, não tenha essa "sorte". 

Mas no final, tudo fica certo. Tudo passa, tudo se cura, tudo aprendemos. Cedo ou tarde. E a gente aprende que o que é pra ser seu, vai achar um jeito de chegar até você.

E você vai terminar essa história (ou histórias) de alma, coração e caráter tranquilo! 

Você também pode gostar

0 Comentários

Comente a vontade só não faça algumas dessas coisas:

- Não xingar nenhum dos meus seguidores
- Não postar um comentário ofensivo
- Não ofender o blog
- Não criticar o blog, ou algum comentário. Criticas apenas construtivas.
- Não usar nenhum palavrão.

Tecnologia do Blogger.